7 dicas para ter uma vida criativa

7 dicas para ter uma vida criativa

A criatividade não é um dom, mas uma competência do ser humano relacionada à nossa capacidade de invenção e inovação. Assim como qualquer habilidade, ela pode ser estimulada e praticada no dia a dia. Em cada pequena e grande escolha que fazemos. Calma, não é tão difícil quanto parece, neste artigo vamos listar algumas dicas para estimular a criatividade e ter uma vida criativa.

Ter uma vida criativa tem pouco a ver com ser um profissional da área, e sim, em saber colocar seu potencial criativo em movimento. Desde o desenvolvimento de projetos até a execução de tarefas cotidianas.

Assim como qualquer capacidade, é possível praticar a criatividade para despertá-la e desenvolvê-la, veja abaixo algumas dicas para levar a vida com mais criatividade 😉

1. Saia da sua zona de conforto

Uma característica que todos os criativos do mundo têm em comum é a sede pelo conhecimento. Para estimular a sua criatividade é fundamental que você estude e busque referências sobre coisas que te interessam e deixam motivado.

Pode ser um tema relacionado ao trabalho, estudos, ou mesmo seu hobbie preferido. Pense em algo que te deixa motivado (a) e comece a buscar novas soluções dentro dessa área, formas diferentes de fazer o que já existe agora. E para isso, vale começar estudando o que já inventaram antes.

2. Fuja da rotina

A mesmice definitivamente, é um péssimo estímulo para o cérebro. Quando você faz as mesmas coisas todos os dias, sua mente se acostuma com a rotina e começa a estagnar. Então, faça coisas diferentes do seu normal, não precisa ser nada mirabolante, apenas se permita experimentar o novo.

Abra as janelas do seu quarto ou escritório. Faça algo que trabalhe seus cinco sentidos. Pare para sentir o vento batendo no rosto, cheire novos aromas, experimente sabores novos. Vá a lugares que nunca foi. Escute músicas diferentes. Coisas simples como essas, já fazem você sair fora da caixa!

3. Observe e interaja com o mundo ao seu redor

Você já teve alguma vez uma ideia que surgiu a partir de algo absurdo? Isso é mais comum do que você imagina. Steve Jobs, por exemplo, teve a ideia de criar embalagens compactas para seus produtos depois de observar a caixinha na qual estava o seu sanduíche. Portanto, exercite mais a sua capacidade de observação, olhe o mundo ao seu redor.

Isso também vale para nossas interações com o mundo e pessoas dentro dele. Conversar com outras pessoas, inclusive amigos e família pode ser uma ótima forma de estimular novas ideias. Isso gera em nosso cérebro efeitos como o de um Brainstorm.

4. Saiba pedir ajuda quando preciso

Falando em brainstorm, vale lembrar que, duas mentes criativas pensam melhor do que uma. Compartilhe suas considerações com outras pessoas e peça ajuda se achar necessário. A ideia de outras mentes pode ser aquilo que faltava para o seu projeto dar certo. E no futuro, você pode retribuir o gesto com essa pessoa. Experimente para ver o resultado!

5. Descanse

De vez em quando é preciso dar um tempo para a nossa mente. O cérebro de um ser humano vivo nunca deixa efetivamente de funcionar, mesmo enquanto dorme.

Você já deve ter reparado que, quanto mais você pensa em algo, mais difícil é desenvolver o raciocínio sobre o tema. Isso acontece porque o processo da incubação de uma ideia ocorre de forma inconsciente. Por isso, é necessário se distrair para deixar as partes ocultas da sua mente trabalharem.

6. Não tenha medo de errar

Você sabe algo que todos os grandes gênios inventores da história têm em comum? Todos eles tentaram e erraram muito até chegar no resultado desejado. Os erros acontecem. E, acredite, às vezes eles não são tão graves quanto parecem, aliás, às vezes eles nem existem de fato.

Portanto, não despreze uma ideia por parecer boba, se você não tentar, não terá o prazer de se arrepender e, com isso, aprender.

7. Coloque as ideias no papel

Se você praticar tudo que aconselhamos, depois de um tempo as ideias vão começar a surgir. No início elas podem não ser tão boas assim e não tem problema algum. Isso pode acontecer porque você não estudou sobre o tema, ou não descansou o suficiente. Mas, mesmo assim, anote absolutamente tudo.

Algo bobo e simples pode no futuro ser um ótimo insight. Além do mais, algumas ideias surgem e desaparecem logo depois em devaneios do dia a dia. Então, registrá-las é a melhor forma de garantir que você não perderá o fio da meada.

Gostou das dicas? Aproveite para nos seguir nas redes sociais e ver o conteúdo que preparamos lá também! 😊

Sem Comentários

Escrever comentário